EQlibri celebra a pluralidade feminina

12/03/2019


No mês do Dia Internacional das Mulheres, marca convida consumidoras a se "gostarem com gosto" e ampliar o debate sobre o universo feminino.

Celebrar as mulheres em sua diversidade, incentivando o orgulho de ser quem se é como pilar essencial para a libertação de padrões impostos pela sociedade: é este o objetivo da nova campanha de Eqlibri, que comemora o Dia Internacional das Mulheres em 2019 com embalagens e campanha especialmente desenvolvidas para a ocasião.

Confira as últimas novidades do varejo aqui.

Leia também: EQlibri cria a primeira vending machine no Instagram.

A marca vem tratando de questões ligadas às mulheres em suas recentes comunicações, e, em mais um ano, vai liderar uma agenda robusta de ativações e iniciativas que visam promover debates acerca deste tema.

“A essência feminina é diversa e muito particular de cada mulher. Acreditamos que reconhecer esta pluralidade e, essencialmente, representa-la em nossas embalagens é, acima de tudo, uma forma de celebração. Elas refletem o desejo de Eqlibritm em incentivar as mulheres a se reconhecerem e se gostarem do jeito que elas são.” explica Mariana Campana, gerente de Marketing de Eqlibri.

Mariana comenta, ainda, que a campanha de 2019 é uma evolução do posicionamento da marca e das iniciativas promovidas nos últimos anos e mostra um comprometimento ainda maior com as mensagens que Eqlibritm vem passando em suas recentes comunicações.

“No ano passado, a construção da evolução da marca foi além do storytelling. O conceito #MeGostoComGosto e algumas iniciativas como #MulheresPraSeguir nos ajudaram a assumir, com propriedade, um papel de inspiração e incentivo às mulheres. Foi então que surgiu a provocação: e se usássemos nossas embalagens, que são nosso ponto de contato mais forte e importante com as consumidoras, para estampar este posicionamento?.”

Quando a marca decidiu por usar ilustrações, foi feito um forte trabalho de curadoria para garantir que o trabalho estampado nas embalagens refletisse a diversidade feminina e representasse a marca.

As ilustrações foram criadas pela artista Helena Sbeghen, ilustradora paulistana que desenvolve um trabalho centrado na imagem da mulher e nos questionamentos em relação a ela, e estamparão as embalagens do snack a partir de março, enquanto durarem os estoques.

Além da edição especial, a campanha, criada pela agência Betc/Havas, uma das primeiras a aderir ao WEPs (Women Empowerement Principles) da ONU, terá um filme que será veiculado nas mídias sociais e que retrata as ilustrações das embalagens de Eqlibrit ganhando vida, com um manifesto que celebra a diversidade feminina como ato de força e união.

A comunicação da campanha é complementada por peças de mobiliário urbano, com frases que dão origem à hashtag #MeGostoComGosto, que a marca utiliza ao longo do ano para ampliar o debate e convidar suas consumidoras a falarem sobre empoderamento.

O diálogo com as mulheres continua sendo a plataforma central de comunicação de Eqlibrit. A marca tem apoiado diversos eventos com esta temática, como a Casa TPM, o encontro Paulistanas e o Marie Claire Power Trip Summit.

Em 2019, continuará investindo em ativações que aproximem as mulheres e coloquem em pauta temas que são importantes para todas.

“Continuaremos voltando todos os nossos esforços para fazer com que os pensamentos e a voz de mulheres inspiradoras alcancem o maior número de pessoas. Estaremos presentes em diversos eventos externos e liderando esta agenda de assuntos dentro da PepsiCo, que já vem investindo em iniciativas ligadas à diversidade e liderança feminina.”, reforça Mariana.

Liderança feminina é umas principais diretrizes de diversas iniciativas promovidas pela companhia, no Brasil e no mundo, nos últimos anos: atualmente, as mulheres ocupam 43% dos cargos de liderança na PepsiCo, e este número tende a crescer:  “Um ambiente de trabalho representativo é essencial para o crescimento de qualquer empresa, e mulheres ocupando cargos de gestão é uma realidade da qual muito nos orgulhamos.”, finaliza Mariana Campana.

Fonte: Redação.

TAGs: