Canal
Esportes

China cancela todos os eventos esportivos internacionais de 2020

Por: Com informações da Máquina do Esporte. 14 de Julho de 2020

A Administração Geral de Esportes da China anunciou, na quinta-feira (9), o cancelamento de todos os eventos esportivos internacionais que seriam realizados no país em 2020. 

A iniciativa é uma tentativa de impedir uma possível "segunda onda" de contaminações pelo Coronavírus com casos vindos de fora. 

O melhor do marketing esportivo está aqui.

As únicas exceções serão os classificatórios para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 que terão justamente Pequim como sede. Os campeonatos nacionais não entram na lista.

A medida impactará diversas modalidades. A principal é o tênis, uma vez que, no calendário reformulado organizado pela WTA, ao menos sete torneios seriam disputados em território chinês, entre eles o WTA Finals, em Shenzhen, entre 9 e 15 de novembro. 

No caso da ATP, ainda não havia nenhuma data confirmada para torneios no país, mas pelo menos quatro poderiam ser realizados até dezembro.

No golfe, o Ladies Professional Golf Association (LGPA) e o World Golf Championships (WGC) HSBC Champions também não serão mais realizados. 

No ciclismo, o tour masculino de Guangxi e o tour feminino de Chongming também caíram por terra, assim como o torneio asiático de escalada esportiva, que seria em outubro, e o World Tour Finals de Badminton, que seria em dezembro.

Por fim, o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, que ainda não havia sido oficializado em 2020, mas estava nos planos da categoria para o terço final do ano, também não poderá ser disputado.

Segundo a ESPN, o Campeonato Mundial de League of Legends (LoL), uma das competições mais esperadas no universo dos e-Sports, ainda poderá ser realizada, o que se configuraria em mais uma exceção. 

O torneio, porém, seria todo modificado, com a adoção de uma sede única (Xangai) e todas as equipes viajando para o local várias semanas antes e ficando em quarentena dentro de um mesmo hotel por pelo menos duas semanas. 

Originalmente, a ideia da Riot Games era realizar o evento em seis cidades espalhadas pela China.

Tags: china | Coronavírus | Covid-19 | isolamento social | distanciamento social | eventos esportivos | eventos esportivos na China